Dror Marko

Dror é israelense e chegou ao Brasil em 2012, se estabelecendo no Rio de Janeiro, onde trabalhou por mais de três anos.

Além de lecionar em aulas particulares, idealizou e coordenou um curso presencial com turmas iniciantes e avançadas que funcionou por mais de dois anos no Clube Israelita Brasileiro, um dos maiores clubes do Brasil voltados à comunidade judaica e abertos à população em geral. Entre aulas presenciais e à distância, Dror tem acumulado experiência com centenas de alunos. Ainda no Rio de Janeiro, foi convidado a gravar vinhetas com dicas para os telespectadores da programação da Federação Israelita Brasileira e concedeu entrevista especial ao programa Gente Carioca, do canal televisivo Net Cidade. Seu curso também figurou em matéria do mesmo canal entre as melhores opções para o aprendizado do idioma hebraico.

Durante mais de quatro anos atuando como professor no país, aprendeu a conhecer as necessidades específicas dos brasileiros e desenvolveu um método de estudo próprio, através do qual qualquer pessoa interessada pode aprender, e que rendeu e vem rendendo bons resultados. Muitos de seus alunos puderam atingir objetivos como se comunicar com netos que moram em Israel, ampliar seu conhecimento em idiomas, ler trechos da bíblia, estudar kaballah. E até realizar sonhos como ir morar em Israel e serem aceitos em faculdades e em empregos que exigem conhecimento em hebraico no Brasil e no exterior. Também é de sua autoria o elogiado livro-texto Hebraico para Brasileiros, apostila em 400 páginas com conteúdo abrangente e original envolvendo gramática e exercícios, o qual tem colaboração e revisão de sua parceira, Aruana Neves.


Aruana Neves

Aruana é brasileira, paraense, com um carioquês que denuncia os 10 anos em que morou no Rio de Janeiro, cidade onde conheceu o professor Dror. Juntos, escreveram e escrevem uma história de amor e companheirismo.

Trabalhando em parceria e lançando mão de seus talentos - que se complementam - criaram e dirigem o projeto Hebraico sem Fronteiras. Com formação ambivalente (tecnologia e artes) e experiência didática lecionando a estudantes dos ensinos fundamental, médio e superior, Aruana é a responsável não apenas pelas questões técnicas relativas ao portal e redes sociais, mas é também administradora e cocriadora de todo o conteúdo educativo. É a pessoa “por trás das câmeras” sem a qual nada disso estaria acontecendo.

Dotada de forte senso ético, fala com desenvoltura três idiomas, sendo o português a sua língua preferida e sobre a qual tem perfeito domínio (ainda adolescente conquistou o primeiro lugar em um concurso estadual de redação). Foi e continua sendo a principal professora de português do companheiro, Dror - o que explica em grande parte sua elogiada fluência - e seu amplo conhecimento dos aspectos normativos e coloquiais do idioma é fundamental para o sucesso e qualidade do trabalho da Hebraico sem Fronteiras, pois ela entende perfeitamente as dúvidas do brasileiro que estuda uma nova língua e traça comparações extremamente didáticas que orientam as aulas e material de apoio.